Portugus (pt-PT)English (United Kingdom)
  • Decrease font size
  • Reset font size to default
  • Increase font size
Erro
  • XML Parsing Error at 1:146. Error 9: Invalid character
Versão para impressão Enviar por E-mail

Dada a nossa experincia, verificamos que a falta de informao leva muitas vezes a situaes desagradveis e perfeitamente evitveis. Como tal, considermos que seria til reunir num s local uma srie de informao til para donos responsveis. Eis o fruto desse trabalho.

 

Identificao


 

A identificao electrnica (microchip) obrigatria para todos os animais nascidos a partir de Julho de 2008, para ces de caa, de exposio e de raa considerada potencialmente perigosa. Apesar de no ser obrigatrio para todos os outros, dever ser sempre colocado o microchip no co para sua segurana. Se o co se perder ou for roubado o microchip, por conter a identificao do co e do seu detentor, aumentar as hipteses de recuperar o animal.

O dono tem o dever de identificar o seu animal e colocar na sua coleira/peitoral uma chapa de identificao com o nome do co e contacto do detentor. Pode no colocar o nome do co, mas deve colocar sempre dois nmeros de telefone alternativos bem como a indicao de existncia de microchip (NUNCA colocar o seu nmero, apenas a frase tem microchip). Note que os contactos telefnicos so essenciais pois mais facilmente algum que encontra o co faz uma chamada para o nmero indicado do que verifica se o co tem microchip - existem muitas pessoas que desconhecem a sua existncia.

 

Legislao


 

O dono tem o dever de registar o seu animal na junta de freguesia.
Os detentores de ces so obrigados a proceder ao seu registo e licenciamento, que deve ser efectuado na junta de freguesia da rea de residncia do detentor do animal no prazo de 30 dias aps a sua identificao. Ao detentor ser pedida a apresentao do boletim sanitrio do animal (actualizado) e a entrega do original ou duplicado da ficha de registo do microchip, prevista no Sistema de Identificao de Caninos e Felinos (SICAFE) ou SIRA, ambos devidamente preenchidos por mdico veterinrio (para mais informao sobre a legislao em vigor consultar: http://www.dgv.min-agricultura.pt/)

 

Sade


 

Um dono consciente tem o dever de vacinar anualmente o seu animal.
As desparasitaes (interna e externa) regulares e a vacinao anual so imprescindveis para garantir a boa sade do seu animal. As visitas ao veterinrio devem ser peridicas. A nica vacina obrigatria por lei a vacina da raiva, embora as outras sejam efectivamente muito mais importantes, pois previnem doenas como a esgana, parvovirose e tosse de canil. A desparasitao tambm deve ser feita com a periodicidade indicada pelo mdico veterinrio, sendo que deve haver um cuidado redobrado na preveno de doenas como a Leishmaniose, colocando uma pipeta mensal ou uma coleira que dura vrios meses para afastar o mosquito que propaga a doena. Aconselhe-se junto do mdico veterinrio sobre os produtos existentes no mercado com este fim.

 

Alimentao


 

O dono tem o dever de alimentar o seu animal com uma rao de boa qualidade. Se optar por comida caseira, o dono dever assegurar-se que o seu co receber todos os nutrientes necessrios. O mercado de raes variadssimo quer na forma das raes, hmidas ou secas, preos, qualidade, etc. Ateno aos alimentos proibidos como o chocolate, acar, sal, cebolas e uvas, por exemplo, e idade do seu animal. Os cachorros devem ser alimentados entre 3 a 5 vezes por dia, at aos 12 meses de vida, enquanto que um co adulto poder ser alimentado entre 1 a 3 vezes por dia, dependendo de caso para caso. O co dever ter sempre disposio gua limpa e fresca.

 

Cuidados gerais


 

O dono tem o dever de:

  • Apanhar os dejectos que o seu animal fizer em locais pblicos
  • Transportar o co de modo seguro durante viagens ou passeios
  • No deixar o co em locais secos, quentes, frios ou sem ventilao
  • Educar o seu animal com princpios bsicos (recorrer a uma escola de treino uma hiptese)
  • Manter gua limpa e fresca sempre disposio
  • Manter o co atrelado na via pblica (em caso de raa considerada perigosa, com aaime e trela curta)
  • Prestar os cuidados de higiene bsica, dar-lhe banho (no recomendado mais de dois banhos anuais), escov-lo e observar os olhos e orelhas periodicamente

Estimar e no abandonar o seu animal em circunstncia alguma

 

Faa o seu donativo

Ajude-nos nesta causa. O seu donativo fundamental para o nosso trabalho.
best choice lodging logotipo pequeno
logo praia golfe hotel

Voluntariado

Gostaria de fazer voluntariado e ajudar-nos nesta causa to nobre e que nos afecta a todos? Tem tempo livre e gostaria de o ocupar ajudando os animais abandonados?

Ler Mais

Apadrinhamento

Gosta de ces e quer ajudar, mas no tem possibilidade de adoptar? Ento leia sobre o apadrinhamento e como pode fazer diferena na vida de um co de canil.

Ler Mais

Scios

Gostaria de fazer diferena e apoiar a causa dos ces abandonados? Leia todo o artigo sobre como se tornar nosso scio.

Ler Mais